historia-salparaterra-judo

 

A ONG Sal para terra iniciou suas atividades em 1999 com aulas de Judô ministradas pelo presidente e fundador Adilson Malaquias. As aulas ocorriam aos sábados em um pequeno galpão e tinha em média seis alunos. O objetivo era tirar as crianças e os adolescentes das ruas e proporcionar motivação de vida.

Em um ano as aulas atingiram uma frequência de 30 alunos e o projeto recebia ajuda do comércio local com doação de alimentos para o lanche das crianças.

Em 2001 o proprietário do galpão decidiu não mais alugar o espaço, e as aulas então continuaram de forma improvisada na residência do professor Adilson.

Foi então que em 2002 um grupo de amigos empresários se dispuseram a ajudar para que o projeto retornasse às atividades e financiaram o aluguel de um grande galpão, sede do Sal para terra até os dias de hoje. Esta inauguração contou com cobertura da imprensa local, noticiando o evento.

Em janeiro de 2003 os empresários não puderam mais ajudar com suas doações. Surgi então o departamento de telemarketing, que inicialmente fazia contato com amigos e conhecidos solicitando doações e atualmente é o principal meio de contato com mantenedores e doares.

Através da colaboração de amigos, mantenedores e parceiros, a ONG Sal para terra continua funcionando atendendo diariamente cerca de 110 alunos entre meninos e meninas na faixa etária de 6 a 17 anos, servindo uma média de 252 refeições por dia, um total de quase seis mil refeições mensais.

 

 

CONHEÇA MAIS SOBRE NOSSO TRABALHO